domingo, 24 de fevereiro de 2008

Good to see them go, sad to see them go

O Piccolo (ZMP ou Zé Manel para os amigos) foi hoje para casa da dona. Foram muitos dias a vê-lo crescer e a fazer parvoíces, próprias de bébé a passar para juvenil. À espera que a futura dona tivesse a casa pronta para o receber, juntamente com outr@ pelud@.

Por circunstâncias várias, @ outr@ pelud@ foi variando com o tempo e, por último (ou, melhor dizendo, penúltimo), foi escolhido o Domingos von Trap(o). Escolha que não iria ter futuro, dado o terror com que o DvT partilhou por uns dias o mesmo espaço do ZMP. E não é que a escolha seguinte, inesperada, recaíu sobre vóvó Juju! Lá voltámos a juntar a vóvó e o alucinadito; não foi amor à primeira vista - bufar, rosnar e dar patadas passou a ser frequente, enquanto vóvó explicava que não queria ser incomodada e alucinadito tentava encontrar uma companheira de brincadeiras.

Sendo assim, a Juju foi também hoje para a sua nova casa :-) Ficou em família, vamos ter notícias muito frequentes, talvez diárias, Pat ;) ? Deixo-vos com as primeiras fotografias do par inesperado na casa nova, onde se vê que o infortúnio é um factor de união muito forte:

1) O que é que estamos aqui a fazer?


2) Acho que estou melhor com a vóvó



3) Acho que aqui estou ainda melhor


4) Pronto, aqui já não vejo nada, talvez seja melhor assim


Foi assim que ficaram. E aqui fica um post tão longo como a duração da estada dos dois em nossas casas: 127 dias, a Juju, 112, o Zé Manel. Sejam felizes, têm tudo para o ser!

3 comentários:

Rute disse...

Foram muitos dias, mas é sem d´+uvida bom ver estes dois juntinhos assim :)

Sejam muito felizes, e cá ficamos a aguardar noticias :)

Rodrigues disse...

Enaaaa! Tantos dias! Vão deixar saudades, de certeza!

Vovó e Zé Manel, as maiores felicidades! E façam a Pat feliz! :D

claudia disse...

Esta sequência de fotos está óptima! Quando eu os vou espreitar, vejo a transportadora do miúdo vazia e o vejo na outra transportadora, sem bufadelas da Juju, nem queria acreditar...